Home / Para sua empresa / Como funciona a usinagem de precisão?

Como funciona a usinagem de precisão?

Dar forma a uma matéria prima requer cuidado, atenção e conhecimento: muito conhecimento. E é justamente isso que a usinagem de precisão representa para o mercado – um trabalho delicado e preciso.

A precisão está presente em diferentes setores. Considere que para praticamente tudo o que fazemos é necessário utilizar uma peça que foi fabricada por uma maquina-ferramenta.

Se você dirige o seu carro, isso acontece porque as peças foram fabricadas corretamente. Se consegue destrancar o seu portão – isso também acontece porque a chave foi devidamente feita, e por aí vai.

Entender a relevância e a importância da usinagem de precisão é fundamental para compreender como esse processo é importante para a vida moderna e para a evolução da humanidade.

Saiba mais sobre usinagem de precisão

Usinagem de precisão é o processo de criação de peças através de molde, solda, corte etc. Tudo isso é feito em máquinas que precisam ser devidamente programas ou operadas para que dê o resultado certo.

Podemos usar como exemplo de objetos feitos a partir da usinagem de precisão as Engrenagens.

Essas peças não podem ter diferença entre uma e outra, senão elas não funcionam como esperado.  Os dentes precisam ser milimetricamente calculados para evitar desgaste, e precisam se encaixar durante o funcionamento.

Sendo assim, o erro na fabricação de uma engrenagem poderá representar um problema no local onde a peça será utilizada – que pode ser desde um automóvel a um relógio de parede.

Veja aqui os diferentes tipos de usinagem de precisão

Dentro da usinagem de precisão existem diferentes vertentes que são aplicadas em variadas situações. Algumas das principais nós listaremos e descreveremos a seguir:

  1. Usinagem de precisão química:

Esse é um delicado procedimento capaz de moldar peças muito delicadas e cheias de detalhes. A alta complexidade é uma característica desse tipo de material, que pode conter gravações, furos e rebaixos.

  1. Usinagem de precisão convencional:

Esse é um caso mais tradicional, quando um operador humano é responsável pelo trabalho desenvolvido pela máquina – seja controlando ela ou dando as coordenadas através de um sistema Auto Cad para CNC.

Os trabalhos mais comuns realizados por esse tipo de procedimento são fresamento e furação de peças através da utilização de um torno.

  1. Usinagem de precisão através de eletroerosão:

Nesse caso as peças são moldadas não através do contato com a máquina de usinagem, mas sim a partir de descargas elétricas que são desferidas. O molde é mantido submerso em um liquido especial que permite o seu rápido resfriamento.

Existem outros tipos , mas esses são os mais comumente lembrados quando abordamos esse assunto.

Usinagem de precisão : Evolução e tecnologia caminhando lado a lado

Com certeza a usinagem de precisão representa um grande progresso, e é papel fundamental no desenvolvimento e crescimento industrial.

É praticamente impossível imaginar todos os avanços que alcançamos até agora sem que esse trabalho fosse devidamente realizado por pessoas aptas e capazes de controlar máquinas e computadores.

A indústria conhecida como 4.0 – aquela que observa o desenvolvimento da tecnologia da informação e processos de automação – é uma das que se beneficia muito da utilização da usinagem de precisão.

Isso porque a partir de peças criadas de maneira mais adequada e assertiva, os equipamentos possuem cada vez mais capacidade de conexão entre si, e uma excelente engenharia mecânica.

Tudo isso é fruto da evolução conquistada a partir da usinagem de precisão, que está sempre relacionada ao desenvolvimento tecnológico, cientifico, industrial.

NA Braniva Indústria Mecânica você pode contar com o melhor da usinagem de precisão, e ter a garantia de um serviço de primeira qualidade. Veja também o que explicamos sobre caldeiraria pesada, e saiba mais sobre usinagem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

About Admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *